APADRINHAMENTO À DISTÂNCIA

Encontrar um Grupo Nar-Anon foi uma verdadeira benção! Ainda sou recém chegada e onde moro não tem Grupo, mas descobri que via internet posso compartilhar minhas dificuldades e alegrias com uma madrinha. Tenho enfrentado muitas tempestades ... Só por hoje, meu familiar adicto está em recuperação, mas durante a ativa me senti vivendo um longo pesadelo.

Entre mentiras, drogas, venda dos meus utensílios domésticos às escondidas e roubos eu me vi perdida e enlouquecida. Foram alguns meses de total desespero, sem saber o que me aguardava nos minutos seguintes. O que mais me doía era olhar dentro dos olhos dele e não reconhecê-lo. Tinha a certeza de estar convivendo com um estranho. Eu não sabia para onde ir, o que dizer ou o que fazer. Já tinha ouvido falar muito sobre, mas quando vivenciei a drogadicção na minha família, tudo mudou de figura. Hoje ele está internado em uma clínica de reabilitação e lá ouvi falar sobre o Nar-Anon. Enviei meu pedido de ajuda através do fale conosco do site do Nar-Anon e fico ansiosa para poder conversar com minha madrinha.

Lendo os depoimentos daqui e a literatura que encontrei pela internet estou aprendendo que também adoeci, mas posso trabalhar minha recuperação. Só por hoje e com mente aberta sei que posso ser uma pessoa melhor.