QUALIDADE DE VIDA

Sempre vivi para tomar conta da minha família. Quando conheci  o Nar-Anon foi para acompanhar meu irmão que havia descoberto a dependência de meu sobrinho, mas não voltamos mais. Quando, um ano depois, descobri que meu filho também é um dependente químico, já sabia onde eu poderia pedir ajuda. No Nar-Anon tive um encontro com meu Poder Superior e comigo mesma. Passei a me ver, a me conhecer e com a ajuda do meu Poder Superior a transformar minhas aflições por serenidade, esperança e fé. Passei a colocar limites e a evitar atritos, conseguindo um diálogo com meu familiar.
Ele continua lutando pela sua recuperação e eu pela minha, vivendo um dia de cada vez e um apoiando o outro.
Hoje sou muito grata a esta irmandade, continuo voltando e prestando serviço, pois foi aqui que através da literatura e dos companheiros encontrei uma melhor qualidade de vida.