ONTEM JÁ PASSOU ...

Sou esposa de um dependente químico, mas ontem eu agia como sua mãe, filha e irmã. Ontem eu perdi... hoje estou juntando os cacos para começar de novo, fazendo tudo diferente. Ontem a droga venceu. Ontem cedi às suas manipulações; ele limpou minha carteira e nossa poupança. Ontem ele me culpava pela sua recaída dizendo que minhas atitudes o deixavam fraco e que eu poderia até deixá-lo, mas antes deveria lhe entregar o cartão do banco. Ontem ele me deixou e foi atrás das drogas; chegou a trazer um desconhecido para nossa casa no meio da madrugada com nossos filhos dormindo.

HOJE frequento as reuniões do Nar-Anon onde encontrei forças para recomeçar. Com a ajuda de meus companheiros minha serenidade vai vencer! Hoje trabalho o programa para ser mais assertiva e não me deixar cair em suas manipulações.

HOJE amo e respeito o homem que desejo do fundo de meu coração que escolha nossa família e sua recuperação ao invés das drogas, mas sei que isso depende só dele.