PASSO QUATRO * Novo

 
Escrevendo meu Passo Quatro, percebi que ainda sou controladora, mas que atualmente tenho consciência de que isso não me faz bem. Entendo que ninguém pertence a ninguém e que respeitar as diferenças é fundamental. Assim, aceito que minha verdade é um lado, uma das milhares formas de se ver. Usando as ferramentas da irmandade, venho lidando melhor com alguns sentimentos como a raiva, o ressentimento e outros que afetam negativamente minha vida. Então, fazendo o meu inventário, reconheço e admito os meus defeitos de caráter e que somente eu posso modificá-los. Hoje percebo que ao colocar o foco em mim passo a
ter uma vida mais equilibrada. E, com ações mais assertivas, busco viver e deixar o outro viver. Continuo voltando, investindo em minha recuperação e me conhecendo cada vez mais.